Blog do dia no MMqD! Urru!

Aquelas linduchas do Minha Mãe que Disse transpiram gentileza e escolheram o Pare de tomar a pílula como blog do dia na seção de mesmo nome lá na página delas. Não é lindo?

Muito obrigada, meninas!

Aí você me pergunta: e cadê o link pra provar que você não tá inventando história? Aqui, ó.

Nina, maridón e eu no Minha mãe que disse

Você esquece do seu aniversário de casamento, com muito custo supera o trauma e faz uma graça no blog pra ver se o marido leva na esportiva essa total falta de consideração da sua parte, daí BOOOOM: vai parar no Minha mãe que disse. Tô no lucro ou não tô?

Ah! E você não sabe o que o MMqD? Larga de ser boba e corre lá porque as meninas são luxo, poder e sedução.

Começando

Foi proclamada a república de Nina.

É assim que serão pra mim os próximos 15 de novembro depois de 2011: o dia em que minha filha finalmente veio pros meus braços. Que dia! O dia!

Claro que o fim do império brasileiro (que loucura o Brasil ter tido imperador, diz aí!) continuará me tocando, mas n-a-d-a será capaz de me emocionar quanto o nascimento da minha pequena. Tá, talvez quando ela me chamar de “mãe” pela primeira vez, equilibrar-se sobre as duas perninhas e andar, começar a ler e escrever ou ganhar na mega sena e deixar essa bolada na minha mão, eu serei tão feliz quanto, mas, por enquanto, tá difícil pra concorrência. Daí que eu preciso escrever sobre o que vem depois disso. E, claro, sobre o que se deu antes, apesar do atraso. Então é isso: por conta dessa felicidade – e outras razões – criei esse espaço. Seja bem-vindo(a)!

Ufa! Acabou a responsabilidade de escrever o primeiro post. Nem foi tão difícil assim… Até porque responsabilidade mesmo é saber o que fazer pra acalmar o choro de uma pessoinha que mede pouco mais de 50 cm.