A filha que imita os pais

Momento clássico da infância é quando a(o) filha(o) começa a usar as coisas da mãe e do pai. Abre os armários, mexe nas gavetas em busca de roupas, sapatos, bolsas, bijuterias, maquiagem…

Há tanta graça na criança que borrou o próprio rosto com batom, que fica ainda menor quando engolida pela camiseta do adulto ou que tropeça tentando equilibrar-se numa sandália de salto alto (opa! Essa sou eu).

A verdade é que aqui em casa dona moça tem nos imitado muito. Aí você pensa: “ah! Que bonitinho… Já imagino Nina com os anéis da mãe nos dedos ou usando os gorros do pai”.

Quem me dera. Assim sendo, teríamos fotos melhores dos primeiros anos de vida dela. O negócio da menina é pegar o primeiro papel/pano que vir pela frente, agachar-se e mandar ver na limpeza do chão.

 

_DSC0003red

Afinal, é só o que se faz nessa casa cheia de glamour.

Comente