A descoberta das mãos (e da castração)

Nina tá descobrindo as próprias mãos e nós estamos babando! Não mais do que ela, obviamente, que é pura saliva nos dedinhos. E é um tal de tentar colocar o punho inteiro na boca, sugar a palma da mão, fazendo sons de chups chups que podem ser ouvidos por toda a vizinhança… Um rebuliço! E toda essa movimentação das mãos tem longas pausas para a mais pura contemplação do próprio corpo.

“Nossa! Que fascinante! É minha?”

E rimos, o pai e eu, ridículos, achando o máximo mais esse avanço. Projetamos funções digníssimas praquele par de mãozinhas: pianista? Violonista? Escultora? Artesã? Pintora? Restauradora de afrescos em capelas centenárias seja na Europa ou nas Américas com direito a premiações milionárias e reconhecimento internacional pelo trabalho feito com tanto esmero que a levou à descoberta de técnicas revolucionárias de conservação do patrimônio artístico-cultural mundial?

Fitando sem parar aquelas mãozinhas, me lembro de que tenho de cortar as unhas dela. Opa! Hora de mudar o foco. Tento pensar em algo que não exija nenhum esforço da minha parte e volto a imaginar o que Nina vai querer fazer da vida quando crescer… Veja bem, todo esse devaneio porque a pobre criança, como toda e qualquer uma da mesma idade, está expressando o básico da sua fase oral. Apenas isso.

Continuamos distraídos, marido e eu, emocionados com o futuro que nossa filhota tem nas mãos (rá!), e rimos, tiramos fotos, fazemos filmagem, um auê, uma alegria sem tamanho até que:

Chupar dedo NÃO, filha! NÃOOOOOOOOOO!

 

10 comentários em “A descoberta das mãos (e da castração)”

  1. Paula Reis Disse:
    8 de fevereiro de 2012 às 12:37

    Hahaha!!! Três figurinhas: Nina, vc e Maurício!!!!!! Do jeito que essa menina é esperta, qdo vier conhecer a família, vai estar dando nó em pingo d´agua!!!!!! =)
    Agora que me dei conta que ela tirou meu posto de caçulinha da família!!!! rsrsrs
    Beijosss

  2. Liza Disse:
    8 de fevereiro de 2012 às 12:40

    Esquenta não! Não dei chupeta e Davi chupou o dedo até uns 8 meses. Até que começou a engatinhar e simplesmente largou o dedo (mesmo com metade da família me avisando – e culpando – que o menino ia chupar o dedo até os 20 anos e eu iria gastar os tubos com aparelhos nos dentes). E eu, sabe o que achei? Não gostei nem um pouco ele ter largado agora! Porque não com dois aninhos? Era tão bom quando ele se acalmava sozinho e voltava a dormir… Na época áurea do dedinho, cheguei a dormir algumas noites inteiras.

    bjim

  3. Grazi Disse:
    8 de fevereiro de 2012 às 15:02

    Vc vai ver qdo ela começar a colocar o pezinho na boca. Eu ficava ensinando Yumi e Riki já tira a meinha para levar o pé à boca! Coisa mais linda!

  4. Tais Disse:
    8 de fevereiro de 2012 às 17:54

    Oie, tô me deliciando aqui com suas postagens, super bem-humoradas. Tbm estou na primeira gravidez, aqui em Montréal.

    Bjs, Taís

  5. gabriela Disse:
    8 de fevereiro de 2012 às 19:14

    que fotos lindas! ela tá DEMAIS!!! Ela tá coçando a gengiva, fica tranquis!!!

  6. Paloma Disse:
    9 de fevereiro de 2012 às 14:59

    Lindas fotos!! Amo esta fase e, apesar de eu mesma ter tido problemas com o dedo, sou da turma do deixa chupar. Com Clarice, deixei chupar e ela mesma largou, aos 8 meses. E continua no peito. Ou seja, está tendo a fase oral saciada sem bicos artificiais, logo, sem problemas para a dentição, respiração, fala etc.(aliás, Clarice é uma matraquinha, fala tudo, inclusive frases, em seus 18 meses)
    Beijos

  7. Aline/Line Disse:
    9 de fevereiro de 2012 às 15:25

    He he he. E eu que “chupava fralda mijadinha”. Pense? Aí a “estratégia” dos meus pais era molhar a pontinha da fralda com água filtrada para que eu pensasse que era “outra coisa”. Eca!!! Rs rs rs. Bom, tô aqui agora pra contar esta história. Então…
    Bjks!

  8. Helena Disse:
    9 de fevereiro de 2012 às 22:12

    Caaaamys, que sustão! A descoberta da castração , e eu já estava pensando… Tá cutucando a bichinha, jááá?? kkkkk
    Essa fase babadora é muito boa! Vc até me inspirou a contar um causo de Heitor, digamos que seria a “descoberta do falo” acompanhada da “repetição do pudor indignado”, vai lá que vou contar agora msm!!
    Bjs na minha nora!

  9. karina rabinovitz Disse:
    11 de fevereiro de 2012 às 18:29

    LINDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. Vaneska Disse:
    13 de fevereiro de 2012 às 07:05

    Ai Mila, nem me fale dessa mãozinha… Lucas não tira o dedinho da boca… Agora é que são elas (agora não, mas daqui a alguns anos…)
    Mas que é uma gostosura isso é!

Comente